Buscar
  • Nutri Vanessa Toledo

COMO DEFINIR O COMPORTAMENTO ALIMENTAR PARA EVITAR E COMBATER A ANSIEDADE?

Uma mudança alimentar que priorize alimentos anti-inflamatórios contribui positivamente para a diminuição dos sintomas de transtorno mental como pânico, ansiedade e depressão.



Alguns estudos científicos classificaram os alimentos em “promotores do estresse e ansiedade”, que pioram o funcionamento da mente, e “promotores do (bom) humor”, que melhoram nosso estado mental. Porém, é importante destacar que os alimentos promotores do humor não são, necessariamente, aqueles que nos provocam imediatamente a sensação de bem-estar. Açúcar, cafeína, chocolate e álcool, por exemplo, que geralmente são usados para relaxar, proporcionar conforto ou aliviar os sintomas de TPM, são os principais promotores do estresse.


O consumo de água, verduras e frutas melhoram nosso estado mental e funcionamento do cérebro. Portanto, eles atuam como fatores importantes no combate à ansiedade. Existe uma alta associação entre ansiedade, depressão e uma dieta rica em açúcares e bebidas adoçadas, grãos refinados e carne vermelha.


Mas, por que tanta ênfase nos vegetais? A razão para isso é a quantidade de nutrientes e vitaminas que esses alimentos possuem. Por terem tal composição, pertencem ao grupo dos Alimentos Reguladores. Vários estudos relacionam também os níveis de vitamina C com o nosso humor, ressaltam a importância do ômega 3 para a saúde mental, defendem a manutenção dos carboidratos não refinados no cardápio, bem como o consumo de fibras e alimentos funcionais para melhorar a cognição e combater a ansiedade.


Então, para evitar ou minimizar ansiedade devemos:

  • retirar do cardápio os produtos que causam inflamação e prejudicam o funcionamento mental, como o açúcar, gorduras saturadas ou industrializadas, bebidas adoçadas, carnes (especialmente as vermelhas);

  • basear o cardápio em verduras, legumes, frutas, cereais integrais e fontes naturais de gorduras boas, como o coco e abacate, linhaça.

Conte comigo na mudança de seu comportamento alimentar.

Curta, siga e compartilhe.


#nutricaoplena #nutricao #nutricaofuncional #ansiedade #emagrecimento #amoremnutrir

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo